03 setembro 2008

A Peste Escarlate - Jack London (1912)

Ligeiramente mais leve que os restantes livros desta colecção, A Peste Escarlate entreteve-me bastante no início das férias que agora terminam (espaço para um suspiro prolongado). Reconheço em alguns escritores norte-americanos um estilo a que geralmente apelido de cinematográfico e de facto a escrita de Jack London tem um ritmo de 7ª arte, envolvendo-se em paisagens e personagens que com prazer compomos recorrendo ao nosso imaginário. Lembrou-me filmes como Eu sou a Lenda ou O Acontecimento e cheguei mesmo a suspeitar que o Shyamalan ter-se-á inspirado neste livro, mas atenção, quem não gostou do filme não renegue à partida o livro. Fácil e rápido de ler, sustentado numa ideia original, tendo em conta que foi escrito há quase 100 anos, recomendo a todos.

4 comentários:

Rui Rocha disse...

Zaracotrim, um clássico do canal #odivelas há uns 10 anos. :D

Taye Taiwo disse...

E não é que lá tive que ficar com a colecção toda sem pagar quase nada, é o que dá conhecer quem não goste destas coisas de ler!

De todos só li A Metamorfose, já tinha lido, fantástico, mas vêm mesmo a calhar para as viagens diárias rápidas de metro. Ida e volta, 2 dias cada livro. Tinha quase a certeza que A Arte da Guerra também fazia parte da colecção!

Acho que vou começar por um russo, talvez o Gogol, não é russo mas é quase, também serve...

Excelente blog, não percas o ritmo.

Zaracotrim disse...

Olá Rui. Não faço a mínima ideia quem és, mas estimo em saber que deste com o meu blog :D

Zaracotrim disse...

A Arte da Guerra faz parte da colecção e tenho um exemplar a mais em casa... interessado? 3euros! :P (para compensar o facto de eu ter sido roubada durante todo o verão passado).